CENTAURO
Grupo de Astronomia Amadora
Dois Vizinhos / Maringá - PR

| Inicial | Eventos | Astronomia | Recomendamos | Membros | Fale com a gente | Cadastre-se | Sobre o GCAA |

O SISTEMA SOLAR

Os anéis de Urano
da Nasa - Tradução: Luiz Roberto Mendes Gonçalves

Quando duas equipes de cientistas decidiram observar a passagem de Urano na frente da estrela SAO 158687, em 1977, esperavam uma rara oportunidade de observar um planeta distante. Mas acabaram fazendo uma importante descoberta: Urano, assim como Saturno, é rodeado por uma série de anéis.

Quando os cientistas do Observatório Aerotransportado Kuiper e do Observatório de Perth, na Austrália, observavam a estrela, ela pareceu piscar brevemente várias vezes. Isso foi causado pelos anéis de Urano, que bloqueavam a luz do astro. A equipe australiana ficou tão surpresa que deixou de notar três anéis enquanto tentava descobrir por que o sinal da luz da estrela era intermitente.

A equipe de Kuiper tinha um melhor ponto de observação e foi a primeira a publicar a surpreendente notícia de que Urano é rodeado por cinco anéis estreitos, que batizaram de Alfa, Beta, Gama, Delta e Epsilon, pela ordem de distância do planeta. A equipe de Perth identificou seis reduções isoladas na luz da estrela, que batizaram de anéis 1 a 6. Outros anéis foram descobertos em 1986.

Observar planetas distantes é difícil, especialmente pelas complexidades devidas à luz do dia que chega antes de o planeta completar seu trânsito na frente da estrela. Mas, depois de uma análise cuidadosa e de um exame mais próximo, pela espaçonave Voyager 2 em 1986, os cientistas já identificaram 11 anéis ao redor de Urano. Na ordem de distância do planeta, eles são 1986U2R, 6, 5, 4, Alfa, Beta, Eta, Gama, Delta, Lambda e Epsilon. Alguns dos anéis maiores são envoltos por cinturões de fina poeira.


www.grupocentauro.org - Grupo Centauro de Astronomia Amadora - Dois Vizinhos - Maringá/PR - gcentauro@gmail.com